segunda-feira, 17 de maio de 2021

Dados de generais do Exército são expostos na internet

 Um documento que deveria ser de acesso restrito, mas acabou sendo publicado livremente na internet, expôs dados pessoais de generais do Exército do Brasil. O livreto do Ministério da Defesa ficou disponível por pelo menos alguns dias em um site europeu de publicações digitais, tornando públicas as informações pessoais privadas dos oficiais.


No arquivo, estavam disponíveis dados como os e-mails e telefones pessoais dos generais, assim como seus endereços pessoais e nomes de cônjuges. Além disso, a lista também trazia as identificações de auxiliares dos oficiais, constituindo um volume de informações restritas sobre autoridades que poderia ser utilizada em novos golpes contra os próprios e, também, outros funcionários do governo ou da sociedade civil.

O documento foi descoberto pelo jornal online Núcleo e estava disponível no Calameo, um serviço europeu de publicações digitais. Não se sabe ao certo desde quando o livreto estava disponível para ser consultado de forma pública e gratuita, mas, de acordo com a reportagem, ele permaneceu no ar por pelo menos alguns dias entre a notificação ao Exército e a retirada do conteúdo do ar.

A publicação aparecia de forma integral, com direito até mesmo à capa com dizeres em destaque, informando que os dados pessoais contidos ali são de acesso restrito aos generais do Exército, sua secretaria-geral e o Ministério da Defesa. De acordo com a instituição, o livreto é disponibilizado aos oficiais, juntamente com orientações sobre segurança para as informações e publicações, como a necessidade de apagar o arquivo após o uso ou destruir cópias físicas.


A resposta oficial, entretanto, não explica como o documento foi parar no serviço online nem por quanto tempo ele esteve disponível, o que também dificulta avaliar se os dados foram baixados por terceiros de forma a comprometer a proteção dos citados. Em nota, o Exército afirma ainda que o material é antigo, tendo sido publicado antes da pandemia do novo coronavírus — na capa, o dia 3 de maio de 2021 é citado como data de geração do arquivo digital.

Aos atingidos, a recomendação é de atenção quanto ao mau uso de seus dados pessoais, seja em tentativas de roubo de identidade ou contatos telefônicos que busquem mais informações, principalmente financeiras. A partir de e-mails ou números de telefone, bandidos também podem realizar golpes utilizando o WhatsApp, tentativas de clonagem ou de invasão a redes sociais ou plataformas online; o uso de sistemas de autenticação em duas etapas é recomendado para evitar esse tipo de intrusão.

                                                                               FONTE:CANALTECH

0 comentários: